Milan Kudera A …

Milan Kudera
A insustentável leveza do ser

“Nunca se pode saber aquilo que se deve querer, pois só se tem uma vida e não se pode nem compará-la com as vidas anteriores nem corrigi-la nas vidas posteriores.”

Anúncios

3 pensamentos sobre “Milan Kudera A …

  1. Nossa Cris! Você escolheu um trecho do livro que mais me impressionou. O livro mostra de maneira inédita como a leveza pode ser um fardo na vida das pessoas, como aquilo que no príncipio parece ser uma coisa extremamente leve torna-se algo de um peso insustentável. Logo que recebi um aviso no e-mail vim correndo olhar! Mais uma vez, parabéns pelo blog.

    • Obrigada Mah! Uma grande amiga minha me emprestou o livro e a cada capítulo interesso-me mais e mais! Seu comentário foi simplesmente fantástico. Continue acessando meu blog pois postarei muito mais! Beijocas!

  2. Leve, pesado, fardo, sossego, o que as pessoas precisam é sentir, um sentir visceral, seja amor, desejo, paixão, confiança, segurança, loucura ou até paz, mas que se reverbere em cada centímetro da carne. Como numa música de Damien Rice “what I really need, is what makes me bleed”. Essa é a insustentável leveza do ser, ao meu ver, uma fã incondicional do Milan e da literatura do leste europeu como um todo, dos balcãs à escandinávia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s